Salada detox de laranja, couve portuguesa e amêndoas com vinagrete de gengibre # Detox orange, portuguese cabbage and almond salad with ginger vinaigrette

 

mesa0

 

O dia 31 de Dezembro de 2016 esmoreceu, algures num ponto impercetível da linha que define o lusco fusco. Estavamos na ponte velha de Ponte de Lima, a meio caminho entre o Largo de Camões e a igreja de Santo António da Torre Velha. Esperávamos que a noite descesse pesada e fria sobre nós, mas as areias da ampulheta do tempo viraram e a luz voltou na forma de milhares de pequeninas lampadas reluzentes, nas janelas das casas viradas para o rio, na igreja e na ponte, que deixaram no ar um sussurro mágico. E por momentos mergulhámos fundo na imaginação e voltamos á tona numa fantasia de Inverno, numa das paisagens mais bucólicas e bonitas do Minho, para ver o quarto crescente da última lua do ano a elevar-se na noite nortenha, com vénus mesmo ali ao lado.

Os primeiros dias de vida deste 2017 trouxeram-me laranjas , muitas laranjas. Tantas que por agora o nosso batido matinal de fruta, vegetais e sementes foi substituído por mega sumos de laranja. Com as festas já quase no fim (ainda falta o dia de reis!) durante esta última semana, e porque também tenho sempre couve portuguesa por perto, tenho feito umas refeições mais leves ao almoço, já que ao jantar com a família toda à mesa é mais complicado.

Esta salada é descomplicada e é tão boa! A couve portuguesa fica mais doce e tenra com o frio e as folhinhas do meio são uma iguaria. Servidas cruas com a laranja, as amêndoas torradas e as ervas e com a vinagrete de gengibre fazem uma salada detox cheia de sabor e anti gripe, o que para além de tudo o mais faz um jeitaço nesta altura do ano!

 

In English

The 31 of December of 2016 faded, somewhere in an imperceptible point of the line that defines the twilight. We were on the old Ponte de Lima bridge, halfway between Largo de Camões and the church of Santo António da Torre Velha. We waited for the night to come heavy and cold down on us, But the sands of the hourglass of time have turned and the light returned in the form of thousands of tiny gleaming lamps on the windows of the houses facing the river, the church and the bridge, leaving in the air a magical Whisper. And for moments we plunged deep into imagination and returned to the surface in a winter fantasy, in one of the most bucolic and beautiful landscapes of Minho, just to see the last crescent moon of the year rising in the northern sky, with Venus right beside it .

The first days of life of this young 2017 brought me oranges, many oranges. So much so that by now our morning fruit, vegetable and seeds shake has been replaced with mega orange juices. With the holidays almost at the end (the three wise men day is coming) during this past week, and because I also always have Portuguese cabbage around, I have made lighter meals at lunch, since at dinner, with the whole family at the table is not so easy.

This salad is uncomplicated and it is so good! The cold makes the Portuguese cabbage sweeter and tender and the smaller leaves are a delicacy. Served raw with orange, toasted almonds and herbs and with the ginger vinaigrette it makes a detox salad full of flavor and anti flu, which in addition to everything else it´s really convenient at this time of year!

 

table0

casas0 plima0 ponte-de-lima0

salad0

 

sd

 

Ingredientes: 2 pessoas

  • 4 laranjas grandes
  • Folhas de couve portuguesa ( do meio que são mais tenras)
  • 80 g de amêndoas em lascas
  • Folhinhas de hortelã
  • Folhinhas de manjericão
  • Para a vinagrete:
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de chá rasa de gengibre fresco ralado
  • 1 colher de sumo de limão
  • 1 colher de chá de mel
  • Pitada de sal

 

Preparação:

  1. Corte o topo e a base de cada laranja. Corte a casca de cima para baixo de forma a retirar qualquer vestigio de película branca e corte em rodelas.
  2. Leve as amêndoas ao lume numa sertã para que tostem, cuidado pois queima rapidamente. Reserve.
  3. Faça a vinagrete misturando bem todos os ingredientes.
  4. Numa prato coloque folhas de couve portuguesa a gosto, por cima disponha as rodelas de laranja, salpique com as amêndoas, as folhinhas de hortelã e de manjericão e regue com a vinagrete.
  5. Sirva à temperatura ambiente.

 

ds

Ingredients: serves 2

  • 4 large oranges
  • Leaves of Portuguese cabbage (from the middle that are more tender)
  • 80 g almonds in flakes
  • Mint Leafs
  • Basil Leafs
  • For the vinaigrette:
  • 3 tablespoons olive oil
  • 1 tsp grated fresh ginger
  • 1 tablespoon lemon juice
  • 1 tsp of honey
  • Pinch of salt

 

Preparation:

  1. Cut the top and bottom of each orange. Cut the peel from top to bottom to remove any trace of white skin and cut into slices.
  2. Take the almonds to the heat in a frying pan so they will toast, it only takes a a minute or so, watch it closely for it burns quickly.
  3. Make the vinaigrette by thoroughly mixing all the ingredients.
  4. In a dish place the Portuguese cabbage leaves to taste, top with the orange slices, sprinkle with the almonds, the mint and basil leaves and drizzle with the vinaigrette.
  5. Serve at room temperature.

 

table10

Bacalhau fofo com penca e alho francês # Fluffy cod with portuguese cabbage and leeks

 

cod0

 

Dezembro chegou em modo turbilhão, arrastando-me época festiva afora de trabalho em trabalho. Pelo meio um novo projeto  e a cozinhar em lume lento uma ideia que poderá tomar forma em 2017. Tudo coisas boas que não me deixaram tempo para pensar sequer nas receitas que não cheguei a fazer, nas listas de Natal que não escrevi, nas postagens que não consegui publicar.

Provavelmente este será o meu último artigo de 2016. Um ano extraordinário que por várias vezes fez questão de me tirar de rompante da minha zona de conforto, arrastar-me com pujança do meu pedaço de chão. Um ano que me levou onde nunca tinha ido. E me mostrou um pouco mais de quem sou e do que sou capaz.

Não foi perfeito. Nada o é. Nada. Afinal de contas ninguém pode saborear verdadeiramente os momentos felizes, saber até reconhecê-los  se antes não tiver provado o reverso da medalha.  Mas foi muito de tudo quanto é bom e mais importante ainda, fez-me crescer para além do que é visível a olho nu. E quando isso acontece não há nada mais que eu possa pedir.

E agora quero agradecer-vos por terem estado aqui comigo mais um ano. E já vamos a caminho dos 9!! É surreal!

Obrigada pelo vosso apoio, entusiasmo pelo meu trabalho, pelo carinho e incentivo declarados nos emails e mensagens recebidos.

O novo ano está mesmo à porta! Que este seja um ano memorável para todos vocês e que todos possámos dizer e sentir que somos pessoas melhores quando também ele chegar ao fim.

Beijos grandes e Um Feliz 2017 🙂

 

 

In English

December arrived in whirlwind mode, Swirling me through the festive season from work to work. In the midst of it all a new project and an idea, slowly cooking, that may take shape in 2017. All good things that did not leave me time to even think in the recipes that I didn´t cook, in the Christmas lists that I didn´t write, in the posts that I didn´t published.

Probably this will be my last article in 2016. An extraordinary year that insisted on making me get out of my comfort zone several times, dragging me from my safe corner. A year that took me where I had never been. And showed me a little more of who I am and what I am capable of.

It was not perfect. Nothing is. Nothing. After all, no one can really taste the happy moments, even know how to recognize them until they have tasted the reverse side of the medal. But it was much of all that´s good and most important, it made me grow beyond what is visible to the naked eye. And when that happens there’s nothing else I can ask for.

And now I want to thank you all for having been here with me for another year. And we’re already on our way to the ninth year!! It’s surreal!

Thank you for your support, enthusiasm for my work, for the affection and incentive declared in the emails and messages received.

A new year is right at the door! May this be a memorable year for all of you and may all of us be able to say and feel that we are better people when it also comes to an end.

Big kisses and a Happy 2017!!

 

penca0

cod10

mesa0

 

 

bf

Este bacalhau fofo é uma forma deliciosa de aproveitar o que sobrou da consoada e uma alternativa diferente do tradicional  farrapo velho.

Ingredientes: 4 pessoas

  • 3 postas grandes de bacalhau demolhado
  • 1 penca grande, folhas lavadas e cortadas em juliana
  • 1 alho francês picado finamente, cerca de 80 g.
  • 3 colheres de sopa de azeite de boa qualidade
  • Sal a gosto
  • Pimenta preta (de preferência cabada de moer) a gosto
  • Para o molho branco:
  • 100 ml de azeite
  • 50 g de farinha sem fermento
  • 400 ml de leite meio gordo
  • 5 gemas
  • Sal a gosto
  • Para a cobertura:
  • 5 claras

 

Preparação:

  1. Unte uma assadeira com azeite e reserve.
  2. Coza as couves em água temperada com sal por 10 minutos, junte o bacalhau e coza mais 10 minutos. Escorra e deixe arrefecer.
  3. Para o molho branco leve o azeite ao lume, assim que estiver quente, junte a farinha e mexa muito bem até que todo o azeite seja absorvido.
  4. Junte o leite pouco a pouco, mexendo entre adições. No início vai ficar com grumos mas continue a juntar leite e a mexer muito bem até que finalmente fique com um molho ligeiramente espesso. Depois de todo o leite ser adicionado, continue a mexer até que fique com a consistência desejada que deve ser espesso mas ainda assim solto. Tire do lume e deixe arrefecer.
  5. Entretanto retire as espinhas e pele ao bacalhau, faça-o em pedaços e embrulhe-os  num pano. Esmague o bacalhau entre o pano para que fique bem desfiado.
  6. Frite o alho francêsno azeite quente até que amoleça. Junte as couves e o bacalhau desfiado, tempere com sal e pimenta preta e deixe arrefecer.
  7. Separe as gemas das claras. Junte as gemas a 2/3 do molho branco e mexa bem.
  8. Junte o molho branco à mistura de bacalhau e mexa. Coloque esta mistura na assadeira.
  9. Pré aqueça o forno a 200º, marca 6 do fogão a gás.
  10. Bata as claras em castelo e envolva-as no restante molho branco levemente para que não quebrem e verta por cima do creme de bacalhau na assadeira.
  11. Leve ao forno por 15 minutos, até dourar.

 

fc

 

This fluffy cod is a delicious way to make the most of the Christmas leftovers and a different alternative to the traditional farrapo velho.

 

Ingredients: serves 4

  • 3 large salty cod pieces (already soaked)
  • 1 large Portuguese cabbage, leaves washed and cut into julienne
  • 1 leek, finely chopped , about 80 g.
  • 3 tablespoons of good quality olive oil
  • Salt to taste
  • Black pepper (preferably ground) to taste
  • For the white sauce:
  • 100 ml of olive oil
  • 50 g of plain flour
  • 400 ml of semi skimmed milk
  • 5 yolks
  • Salt to taste

To the topping:

  • 5 whites

 

Preparation:

  1. For the white sauce, take the olive to the heat, add the flour and mix well until all the oil is absorbed.
  2. Cook the cabbages in salted water for 10 minutes, add the cod and cook for another 10 minutes. Drain and let cool.
  3.  Grease a baking tin with olive oil and set aside.
  4.  Add milk little by little, stirring between additions. At first you will get lumps but continue to add milk and stir vigorously until finally you end up with a thick sauce. After all the milk is added, continue stirring until it has the desired consistency that should be thick but still loose. Remove from heat and let cool.
  5.  Meanwhile, remove the pimples and skin from the cod, tear it into pieces and wrap them in a cloth. Crush the cod between the cloth so that it is well shredded.
  6.  Fry the leek in the hot oil until it softens. Add cabbage and shredded cod, season with salt and black pepper, stir well, remove from the heat and let cool.
  7. Separate the yolks from the egg whites. Add the egg yolks to 2/3 of the white sauce and stir well.
  8.  Add the white sauce to the cod mixture and stir. Put this mixture in the baking dish.
  9.  Preheat the oven to 200º, 400F, gas mark 6 .
  10.  Beat the egg whites and fold them into the remaining white sauce, lightly,so they do not break and spoon over the cod cream on the baking tin.
  11.  Bake for 15 minutes, until golden.

 

prato0

Bolo de pêra, especiarias e pistácios com creme de mascarpone # Pear, spices and pistachios cake with mascarpone cream

bolo0

O meu plano inicial era esticar o Outono tanto quanto humanamente possível e desdobrá-lo em mil e uma receitas, de preferência salgadas, daquelas que apetecem nestes dias mais frios, mas contas feitas e até ver são os doces que estão a levar a melhor. É o apelo das maças, das peras e demais frutas da estação. É este meu gosto por bolos e doces com fruta e é tudo o resto que nada mais são do que desculpas para vos deixar aqui um bolo sazonal com ar de bem comportado mas festeiro ou não tivesse ele na massa do bolo os perfumes quentes do gengibre e da canela. E assim, sem mais, vai-se a ver e já só falta um mês para o Natal!

In English

My initial plan was to stretch Autumn as much as humanly possible and unfold it into a thousand and one recipes, preferably savory, the kind we crave on these colder days, but accounts made and so far are the sweet ones that are getting the better of it. It is the appeal of apples, pears and other fruits of the season. It´s my taste for cakes and sweets with fruit and it´s all the rest that it´s nothing more than excuses to leave you all here a seasonal cake looking good behaved but ready to party due to the warm perfumes of ginger and cinnamon impregnated in it. And just like that, it´s only a month until Christmas!

set0

flour0

fatia0

 

bp

Este é o bolo mais húmido e macio que podem imaginar. É amanteigado e enriquecido com pera ralada, especiarias e pistácios. O creme de mascarpone com um toque de limão completa-o na perfeição.

 

Ingredientes:

  • 300 g de farinha
  • 300 g de açúcar amarelo
  • 200 g de manteiga sem sal, derretida
  • 4 ovos
  • 300 g de pera rocha ralada grosseiramente
  • 120 ml de leite
  • 60 g de pistácios picados grosseiramente + um pouco para decorar
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de bicarbonato
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de chá de gengibre em pó
  • Mel para pincelar as peras
  • Pitada de sal

Creme de mascarpone:

  • 400 g de mascarpone
  • 100 g de açúcar em pó
  • Sumo de 1 limão pequeno

Preparação:

  1. Pré aqueça o forno a 170º, marca 3 do fogão a gás.
  2. Forre o fundo de 2 formas (18 cm de diâmetro) com papel vegetal, unte o papel e as paredes com manteiga e polvilhe com farinha sacudindo o excesso.
  3. Numa taça junte a farinha peneirada, o fermento, o bicarbonato e o sal.
  4. Noutra taça junte os ovos, o açúcar, a manteiga, a pera ralada e as especiarias, o leite, mexa bem até o açúcar dissolver e junte os pistácios picados.
  5. Junte a mistura de farinha ao creme de ovos, açúcar e demais ingredientes e mexa sem bater até ficar bem ligado.
  6. Verta a mistura nas formas na mesma proporção e leve ao forno por cerca de 40 a 45 minutos, espete um palito, se sair seco estão prontos.
  7. Se os bolos começarem a ganhar cor rapidamente, cubra com papel de alumínio.
  8. Tire do forno, espere 5 minutos e desenforme com cuidado pois são muito macios.
  9. Coloque um dos bolos no prato onde vai servir e o outro coloque em cima de uma folha de papel de alumínio untada com um pouco de óleo para que não fique colado e deixe-os arrefecer totalmente antes de rechear e cobrir.
  10. Para fazer o creme de mascarpone, bata o queijo com o açúcar peneirado e o sumo de limão, até ficar aveludado.
  11. Coloque uma boa camada de creme de mascarpone em cima do bolo no prato, cubra com o 2º bolo e cubra o topo com mais creme.
  12. Decore com peras pinceladas com mele e salpicadas com pistácios picados.
  13. Salpique o topo do bolo com mais pistácios picados.
  14. Coma e seja feliz!

 

pc

This is the moistest and softest cake you can imagine. It´s buttery and enriched with grated pear, spices and pistachios. The mascarpone cream with a hint of lemon completes it perfectly.

Ingredients:

  • 300 g cake flour
  • 300 g of light brown sugar
  • 200 g unsalted butter, melted
  • 4 eggs
  • 300 g of roughly grated rocha pears
  • 120 ml semi skimmed milk
  • 60 g of pistachios coarsely chopped + a bit for decoration
  • 2 teaspoons baking powder
  • 1 teaspoon baking soda
  • 1 teaspoon ground cinnamon
  • 1 teaspoon ground ginger
  • Pinch of salt
  • Honey to brush the pears

Mascarpone cream:

  • 400 g of mascarpone
  • 100 g powdered sugar
  • Juice of 1 small lemon

Preparation:

  1. Preheat the oven to 170º, gas mark 3.
  2. Line the bottom of 2 cake pans (18 cm in diameter) with parchment paper, grease paper and walls with butter and sprinkle with flour, shaking of the excess.
  3. In a bowl add the sifted flour, baking powder, baking soda and salt.
  4. In another bowl add the eggs, sugar, butter, grated pear and spices, milk stir well until the sugar dissolves and add the chopped pistachios.
  5. Add the flour mixture to the egg, sugar and other ingredients mixture and stir without beating until well blended.
  6. Pour the mixture into the pans in the same proportion and bake for about 40 to 45 minutes, insert a wooden stick, if it comes out dry they are ready.
  7. If the cakes begin to gain color quickly, cover with aluminum foil.
  8. Take out the oven, wait 5 minutes and unmold carefully since they are very soft.
  9. Place one of the cakes on the serving plate and place the other on a sheet of greased aluminum foil so it does not stick and allow them to cool completely before filling.
  10. To make the mascarpone cream, beat the cheese with the sifted sugar and the lemon juice until it is velvety.
  11. Put a good layer of mascarpone cream on top of the cake on the plate, cover with the 2nd cake and cover the top with more cream.
  12. Garnish with pears brushed with honey and sprinkled with chopped pistachios.
  13. Sprinkle the top of the cake with more chopped pistachios.
  14. Eat and be merry!

 

peras0