Fritos de batata, ervas e ricotta com ovos de codorniz # Herbed potato, ricotta cakes with quail eggs


 

Sábado à noite. Na tábua um naco generoso de ovelha, inteiro, à espera de ser feito em mil pedaços de carne amadurecida. Ele preferiu trazê-la do talho assim. Podia ter pedido para cortar exatamente como queria mas não, isso seria acabar com parte da diversão.

Enquanto isso uma panela cheia borbulha no fogão. Apenas água, sal e batatas e no embalo do vai e vém da faca, encho dois copos com vinho, tinto quase morno para ele, branco bem fresco para mim. O primeiro gole relaxante e damos por oficialmente aberta mais uma noite sem pressas na cozinha.

Em noites assim há sempre brie, chévre (nunca grelhado), gorgonzola, e azeitonas, que nunca faltem as azeitonas, alentejanas ou kalamata. Há também ervas frescas “plantadas” em copos com água e o sempre presente estalar da cebola e do alho no azeite quente.

Ao puré de batata já frio junto a cremosidade leitosa do ricotta e a frescura perfumada das ervas. Um fio de azeite na sertã bem quente e estamos a poucos passos de uma entrada para juntar a tudo o mais que nos apetecer.

Os pedaços de ovelha, de cor vermelho velho, cortados pacientemente foram finalmente a banhos,  mergulhados numa marinada de cerveja, alho e ervas. Dois ou três dias para amaciar as fibras da carne madura e vamos ter estufado encorpado para combinar com estes dias cinzentos e frescos.

Frito os bolos cremosos de batata até dourarem e entre goles de vinho e pedaços de queijo, frito também os ovos de codorniz. Umas quantas folhas verdes a gosto e estão prontos para receber o garfo.

Amanhã temos ovelha estufada para o jantar. Desta vez serei apenas eu na cozinha. Sem queijo, talvez algumas azeitonas, definitivamente um copo de vinho e com certeza estes fritos de batata cremosos para ampararem o molho encorpado e os pedaços de carne macia que ele tão pacientemente preparou.

 

In English

Saturday night. On the board a generous chunk of sheep, whole, waiting to be made into a thousand pieces of ripened flesh. He preferred to buy it like this. He could have asked to cut exactly as he wanted but no, that way he would miss part of the fun.

Meanwhile a full pot bubbles on the stove. Only water, salt, and potatoes, and in the swing of the coming and going  of the knife, I fill two glasses with wine, almost warm red for him, chilled white for me. The first relaxing sip and we officially open one more leisurely evening in the kitchen.

On nights like this there is always brie, chévre (never grilled), gorgonzola, and olives, may we never run out of olives, alentejanas or kalamata. There are also fresh herbs “planted” in glasses with water and the ever present sizzling of onion and garlic in the hot oil.

To the already cold mashed potatoes I add the milky creaminess of the ricotta and the fragrant freshness of the herbs. A strand of olive oil in the hot frying pan and we are just a few steps away from a starter to join whatever else we feel like.

The pieces of sheep, dark red-colored, patiently cut, were finally bathed in a marinade of beer, garlic, and herbs. Two or three days to soften the fibers of the mature meat and we will have a full bodied stew to combine with these gray and fresh days.

I fry the creamy potato cakes until golden brown and between sips of wine and pieces of cheese, I also fry some quail eggs. A few green leaves to taste and are ready to receive the fork.

Tomorrow we´ll be having sheep stew for dinner. This time I will cook alone. No cheese, maybe some olives, definitely a glass of wine and for sure these creamy potato fritters to pat the full-bodied sauce and the chunks of soft meat he so patiently prepared.

 

 

 

Ingredientes: faz cerca de 10 fritos

  • 400 g de batata sem casca
  • 200 g de ricotta
  • 2 ovos
  • 1 colher de sopa de salsa picada
  • 1 colher de sopa de cebolinho picado
  • Sal a gosto
  • Pimenta preta a gosto
  • Fio de azeite para fritar
  • Ovos de codorniz
  • Folhas verdes a gosto

 

Preparação:

  1. Coza as batatas em água temperada com sal até ficarem macias.
  2. Escorra, faça as batatas em puré e deixe arrefecer.
  3. Junte-lhes o ricotta, os ovos batidos, as ervas, sal e pimenta a gosto, mexa bem para ligar. Tape com película e leve ao frio por 30 minutos.
  4. Aqueça um fio de azeite numa sertã e coloque colheradas de massa de batata na mesma.
  5. Eu uso uma colher de gelado. Coloco bolas de massa na sertã e depois espalmo-as com a colher para lhes dar a forma de panquecas.
  6. Deixe alourar e depois vire para fritar do outro lado.
  7. Estes fritos são muito delicados, deve virá-los com cuidado para não partirem.
  8. Frite os ovos de codorniz.
  9. Sirva os fritos de batata e ricotta com folhas verdes e os ovos de codorniz em cima.

 

Ingredientes: makes about 10 cakes

  • 400 g of peeled potatoes
  • 200 g of ricotta
  • 1 tablespoon chopped parsley
  • 1 tablespoon chopped chives
  • Salt to taste
  • Black pepper to taste
  • a thread of olive oil to fry
  • Quail eggs
  • Green leaves to taste
  • 2 eggs

 

Preparation:

  1. Cook the potatoes in salted water until tender.
  2. Drain, puree the potatoes and let cool.
  3. Add the ricotta, beaten eggs, herbs, salt and pepper to taste, stir well to bind. Cover with clingfilm and take to the cold for 30 minutes.
  4. Heat a thread of olive oil in a frying pan and put spoonfuls of potato dough in it.
  5. I use an ice cream scoope. I put balls of dough in the frying pan and then spread them a bit with the spoon to give them the shape of pancakes.
  6. Fry until golden brown and then turn to fry on the other side.
  7. These cakes are very delicate, turn them carefully so that they don´t break.
  8. Fry the quail eggs.
  9. Serve these herbed potato and ricotta cakes with green leaves and quail eggs on top.

 

Biscoitos crocantes de parmesão e tomilho # Crispy parmesan and thyme sticks

parmesan0

 

Faz-se um monte de farinha leve e branca. Caem uns quantos cubos de manteiga sem sal e bem fria, sal, fermento, tomilho e parmesão ralado. Processa-se num redemoinho ligando tudo em minusculas migalhas. Entram os ovos. E enquanto isso é a vez de Sweetest taboo na playlist. Novo redemoinho e nasce uma bola de massa. Vai ao frio, melhor amigo das massas que se querem estaladiças. Enfarinha-se, estende-se e corta-se em biscoitos longos e estreitos. Pintam-se com gema de ovo e vão ao forno para dourar.

Deem-me um biscoito salgado e crocante e eu sou uma rapariga feliz. Daqueles que são par perfeito para uma sopa robusta e fumegante ou até um estufado encorpado de perfumes sasonais. Daqueles que mesmo antes do jantar, enquanto espero que a tribo se reuna, vou trincando alegremente para enganar a fome, puro engano, já que estes têm o dom de a espevitar ainda mais. Estes são os penetras sempre bem vindos numa mesa de convivas, onde dão corda ao apetite e à amena cavaqueira. São manteiga, parmesão e tomilho feitos petisco estaladiço que se desfaz em migalhas leves. São carboidratos em toda a sua pujante glória, dos melhores sob a categoria: Caseiros.

In English

Make a pile of white flour. A few cubes of unsalted, very cold butter fall in, salt, yeast, thyme and grated Parmesan. It is processed in a whirlpool blending everything into small crumbs. The eggs make their entrance. And in the meanwhile it´s Sweetest taboo turn on the playlist. New swirl and a ball of mass is born. Straight to the cold, best friend of a flaky pastry. Then floured, rolled and cut into long, narrow sticks. They are painted with egg yolk and they go into the oven to gain a beautiful golden brown shade.

Give me a salty, crisp stick and I’m a happy girl. The kind which are the perfect match for a sturdy and steamy soup or even a full bodied stew filled with seasonal perfumes. The kind which, even before dinner, while I wait for the tribe to gather, I am happily bitting to deceive the hunger, pure mistake, since they have the gift to make me even hungrier. These are the party crashers that are always welcome at a table of guests, where they give rope to the appetite and the pleasant chat. They are butter, parmesan and thyme made into crispy snacks that melts into light crumbs. They are carbohydrates in all their booming glory, some of the best under the category: Homemade.

 

parmesan-sticks0

 

 

bp

 

Ingredientes: faz cerca de 22 biscoitos

  • 250 g de farinha
  • 125 g de manteiga sem sal, fria e cortada em cubos
  • 100 g de parmesão ralado
  • 1 colher de sopa de tomilho seco
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 2 ovos pequenos
  • Pitada de sal
  • 1 ovo batido para pincelar

Preparação:

  1. Forre um tabuleiro de forno com papel vegetal.
  2. Num processador coloque a farinha, o parmesão, a manteiga, o tomilho, o sal e processe até ficar em migalhas.
  3. Junte os ovos e processe novamente até ligar.
  4. Também pode fazê-lo à mão, seguindo os mesmos passos.
  5. Molde a massa num disco, embrulhe em película e leve ao frio por 30 minutos.
  6. Pré aqueça o forno a 200º, marca 6 do fogão a gás.
  7. Estenda a massa numa superfície enfarinhada, até ficar com cerca de 1 cm de altura.
  8. Corte tiras com 1 cm de largura e cerca de 15 cm de altura. Coloque as tiras no tabuleiro, pincele com o ovo batido e leve ao forno por 15 minutos, até dourarem.
  9. Deixe arrefecer e sirva com molho de chili doce à parte.
  10. Conservam-se 1 semana num frasco hermeticamente fechado.

ps

 

Ingredients: makes about 22 sticks

  • 250 g flour
  • 125 g unsalted butter, cold and cut into pieces
  • 100g grated parmesan
  • 1 tbsp dried thyme
  • 1 tbsp baking powder
  • 2 small eggs
  • Pinch of salt
  • 1 beaten egg for brushing

 

Preparation:

  1. Line a baking sheet with parchment paper.
  2. Put the flour, Parmesan, butter, thyme, salt into a food processor and process until it looks like crumbs.
  3. Add the eggs and process again until you it forms a ball.
  4. You can also do it by hand, following the same steps.
  5. Shape the dough into a disk, wrap in foil and put in the cold for 30 minutes.
  6. Preheat oven to 200 °, 400F, gas mark 6.
  7. Roll out the dough on a floured surface until about 1 cm thickness.
  8. Cut strips 1 cm wide and about 15 cm high. Place the strips in the sheet, brush with beaten egg and bake for 15 to 20 minutes until golden brown.
  9. Let cool and serve with sweet chili sauce aside.
  10. They keep for a week in a well sealed jar or box.

cheese0

Naan com hummus de manjericão, tomates e folhas verdes # Naan with basil hummus, tomatoes and green leaves

naan0

 

Esta aventura que começou há 8 anos e que se dá pelo nome de Pratos & Travessas já começava a extravasar pelas paredes e cantos do Blogger que começou a ser um espaço pequeno demais para um projeto que continua a crescer e por fim decidi mudar-me de malas e bagagens para uma nova plataforma e organizar tudo de novo.  Mudar para o WordPress foi um processo e tanto mas esta é uma mudança  muito pensada e desejada e agora o blogue tem toda uma nova dinamica e muito mais a oferecer. Desde o design estilizado e mais clean, sem deixar de ter um toque natural, passando pela organização das receitas, que estão catalogadas por estações, por categorias e por outros temas como as viagens e as refeições Al fresco e outras novidades que poderão surgir entretanto. Esta “casa” também é vossa por isso explorem cada canto, sem inibições, garanto-vos que há muito a descobrir!

E com tanto que tenho tido em mãos a palavra de ordem é por agora “descomplicar”.

Este hummus é daquelas coisas boas que é sempre bom ter de reserva no frigorífico. Cremoso e aromático faz umas sandwiches de naan, ou outro pão que prefiram, super saborosas e frescas.

Este é sem dúvida o tipo de petisco que eu escolho para um dia intenso de trabalho, nunca me desaponta.

 

Entretanto espreitem a revista Activa de Setembro, eu e o livro estamos por lá.

E deixo-vos este artigo fantástico que me encheu as medidas.

 

In English

This adventure that began in 2008 and that goes by the name of Pratos & Travessas  was beginning to overflow the walls and corners of Blogger so finally I decided to move with bags and luggage to a new platform and organize the house again. Moving to WordPress was quite a process but this was a very thought and desired change and the blog has now a whole new dynamic and much more to offer. From the stylized, more clean design, while having a natural air, through the organization of the recipes that are cataloged by seasons and categories, other themes such as Travel and Al fresco meals and other news that may arise in the meantime. This “house” is also yours so explore every corner without inhibitions, I assure you that there is much to discover!

And with so much in hands, my favorite word right now is “uncomplicate”.

This hummus is one of those good things that is always good to have has a reserve in the refrigerator. Creamy and aromatic makes a great naan sandwiche, super tasty and fresh . This is certainly the kind of snack that I choose for an intense day of work, it never disappoints me .

In the meantime the book was beautifully featured in Actica magazine, September issue.

And I leave you this wonderful article that filled my measures.

 

tomates10

hummus 20

Naan com hummus de manjericão, tomates e folhas verdes

 

Ingredientes:

  • Pão naan
  • Tomates a gosto
  • Folhas verdes à escolha
  • Para o hummus:
  • 450 g de grão de bico cozido + um pouco da água da cozedura
  • 150 ml de azeite de boa qualidade (7% de acidez ou menos)
  • 1 molho grande de manjericão, cortado em pedaços
  • 3 dentes de alho ralado
  • Pitada de sal

 

Preparação:

  1. Para cozer o grão deixe-o de molho durante a noite e no dia seguinte coza-o durante cerca de 40 a 50 minutos, até ficar tenro. Guarde um pouco da água da cozedura para o hummus. Pode congelar a restante água para fazer por exemplo uma sopa.
  2. Num processador coloque todos os ingredientes, incluindo um pouco da água da cozedura do grão e triture até ficar com uma pasta macia, se achar que está um pouco dura junte mais um pouco de água de cozedura.
  3. Barre uma boa quantidade de hummus em cada naan, junte tomates cortados e folhas verdes, regue com azeite e sirva como uma sandwich.

 

 

Naan with basil hummus, tomatoes and green leaves

Ingredients:

  • Naan bread
  • A handful of cherry tomatoes
  • Green leaves to taste
  • For the hummus
  • 450 gr. cooked chickpeas + a bit of the cooking water
  • 150 ml of good olive oil (7% acidity or less)
  • A big bunch of basil cut into pieces
  • 3 garlic cloves, minced
  • Pinch of salt

 

Preparation:

  1. To cook the chickpeas soak them in water during the night and the next day put them in a heavy bottomed pan with fresh water and cook for about 40 to 50 minutes, until tender.
  2. Drain but keep a bit of the water for later. You can freeze the remaining cooking water to make soup.
  3. Put all  the ingredients into a food processor and process until you have a smooth paste. If you think it´s too dry, add a little bit more of cooking water. Check the seasoning.
  4. Spread a good portion of hummus into the bread, top with tomatoes and green leaves to taste. Drizzle with a bit of olive oil. Eat.

 

tomatoes0