Marmelada: fruits of fall

Finalmente está  feita!
Depois de mais uma sessão de vida campestre (desta vez sem encontros desagradáveis) deixei um cesto cheio de marmelos num canto da cozinha. Seguiu-se uma semana complicada, em que fazer marmelada era a última coisa na minha lista de prioridades e dela tirei, além do cansaço da praxe, também 1 kg de marmelos já podres que é para eu me lembrar de que nem tudo pode esperar. Mas finalmente está feita. E eu já comecei a usufruir das delícias de uma taça com marmelada, queijo forte e banana que é uma das minhas sobremesas preferidas.
Se bem se lembram, ou pelo menos assim eu espero 🙂 tudo começou com o doce de ameixa. Algum tempo depois foi o doce de tomate. Depois foi a marmelada de maçaO senhor que se seguiu foi o doce de abóbora e por último o doce de amora. Mas estava a faltar um doce para que o arquivo do Pratos e Travessas ficasse completo: A marmelada!
Vocês sabem que eu adoro este velho ritual de Outono. Cortar círculos de papel vegetal. Envolver a cozinha  numa névoa quente, frutada e doce. E dar vida e cor a todos os frascos e tigelas que foram ficando guardados durante o ano inteiro, lá bem no fundo das prateleiras.
Há neste ritual, tal como noutros,  um certo sentimento de renovação. Até mesmo de esperança. A certeza de que enquanto eu gostar de o fazer, vou sempre poder contar com  este pedacinho de conforto. Ano após ano. Outono após Outono. E isso, tal como a doce marmelada, é bom. Muito bom mesmo.
Entretanto fiquem atentos porque as celebrações de Natal vão começar mais cedo aqui no P e T
Tenham uma boa semana :))
In english
 
It´s finally done!
After yet another session of country life, this time without unpleasant encounters, I left a basket full of quinces at one corner of the kitchen. This was followed by a difficult week in which the making of marmelada was the last thing on my list of priorities and so I ended up, besides the usual exhaustion, with also 1 kg of rotten quinces, which is for me to remember that not everything can wait. But now it´s finally done. And I´ve already started to enjoy the delights of a bowl with marmelada, sharp cheese and banana, one of my very favorite desserts.
If you recall, or at least I hope so 🙂 It all started with the plum jam. Some time later was the tomato jam. Then was the apple marmelada, followed by the pumpkin compote and last but not least the blackberry jam. But there was something missing, so that the archives of Pratos e Travessas was complete: Portuguese marmelada! or quince paste if you prefer.
I love this old fall ritual. Cutting circles of parchment paper. Filling the kitchen with a warm, fruity, sweet mist. And give life and color to all those jars and bowls, kept away deep in the bottom of the shelves for the entire year.
There´s in this ritual as in others, a certain feeling of renewal. Even hope! The certainty that as long as I love to do this, I will always be able to rely on it for a little bit of comfort. Year after year. Fall after fall. And that, as the sweet marmelada, is good. Very good indeed.
In the meantime stay tuned, for Christmas celebrations will begin earlier here at P and T.
Have a great week :))

 

 

 


Marmelada 

Ingredientes:
2 kg de marmelos já descascados, sem sementes e cortados em pedaços
1,9 kg açúcar
Água suficiente apenas para cobrir os marmelos

Preparação:
*Coloque os marmelos numa panela grande de fundo espesso e cubra-os com água (a água deve ser suficiente para apenas cobrir ligeiramente os marmelos). Leve ao lume até que os frutos estejam bem tenros.
*Passe os marmelos (e a água da cozedura) com uma varinha mágica até ficarem em puré e junte o açúcar.
*Leve de novo ao lume e deixe ferver em lume forte, mexendo de vez em quando e vigiando para não queimar. E cuidado com os salpicos do doce que queimam bastante.
*Está pronto quando ao mexer vir o fundo da panela.
*Verta a marmelada em tigelas previamente esterilizadas, deixe amornar e cubra com círculos de papel vegetal.
*Coloque as tigelas num parapeito de janela solarengo para que a marmelada seque um pouco e guarde em local seco e escuro.
*Quando bem acondicionada, a marmelada pode durar até 1 ano. Também pode guardá-la no frio como eu muitas vezes faço.

Peras assadas com iogurte grego e canela
 
 

Para as peras assadas: Usei peras Bosc
*Pré aqueça o forno a 220º, marca 8 do fogão a gás.
*Corte as peras (com a casca) em quatro fatias cada e coloque-as num tabuleiro de forno. Polvilhe com uma boa quantidade de açúcar ( cerca de 100 g. para 3 peras) e leve a assar por cerca de 30 minutos, virando as peras de vez em quando para não queimarem.
*Tire do forno e deixe arrefecer.
*Sirva com iogurte grego, com o molho que se formou e polvilhe com canela.
*Na minha opinião, os frutos assados são muito melhores (com a casca e) no dia seguinte porque a textura da fruta torna-se mais firme e o xarope doce que se formou durante a assadura está no seu melhor, no ponto certo para ser vertido sobre um bom iogurte grego, ou panquecas ou até uma fatia de bolo.

 

 

Marmelada (quince paste)
 

Ingredients:
2 kg quinces, already peeled, cored and sliced
1,9 kg caster sugar
Enough water to cover the quinces

*Put the fruit into a heavy bottomed pan and cover (barely) with water. Cook with the pan incovered until very tender.
*Purée the quinces with the cooking water and add the sugar.
*Take to the heat and cook in strong heat, stirring and watching closely to prevent from burning. At this point you´ll have to be very careful, because the marmelada will begin to splash.
*Is ready when you start to see the bottom of the pan every time you mix the quince paste.
*Put the marmelada into sterelized bowls and as soon as it´s warm, cover with rounds of parchment paper.
*Put the bowls on a sunny windowsill so the marmelada dries out a bit and then keep in a dry and dark place.
*When stored properly it can be kept up to 1 year. You can also keep the marmelada into the fridge like I often do.

 

 

Roasted pears with greek yogurt and cinnamon
 
 

For the roasted pears: I´ve used Bosc pears
*Preheat the oven to 425 f, 220º, gas mark 8.
*Cut the pears into 4 slices, without peeling or coring and put them into a baking pan. Sprinkle with a generous amount of sugar, about 100 grms to 3 pears and roast for about 30 minutes until tender but firm, mixing from time to time to prevent for scorching.
*Remove from the oven and let it cool.
*Serve on top of greek yogurt, drizzle with some of the fruit syrup from the pan and dust with cinnamon.

*In my opinion, roasted fruits are always best  the day after. The texture is better and the syrup in the pan is at it´s best, ready to be drizzled over greek yogurt, pancakes, a slice of cake whatever your heart (and stomach) desires :))

 

 

 

Advertisements

31 thoughts on “Marmelada: fruits of fall

  1. Ai Mónica, que saudades da minha avó… a marmelada é um ritual que me lembra o Outono em casa dela, onde todos os parapeitos das janelas solarengas (e estamos a falar de parapeitos bem largos!!!) ficavam cobertos de taças e tigelas de marmelada e doce de marmelo. Confesso que desde que ela faleceu e não voltei a este ritual. Talvez porque sem ela não seja a mesma coisa…
    Mas seria uma boa forma de a homenagear. Vou tratar disso!

    Gostar

  2. Uma delicia que sem dúvida se associa ao Outono…
    Por cá a marmelada chega com um bilhetinho… “Sei que gostas…”
    Gostei bastante da sugestão das pêras…
    Anotadíssimo…
    Obrigado por partilhares…
    Beijinhos e boa semana…

    Gostar

  3. Mónica:
    Que linda a cor da tua marmelada. Este ano ainda não me calharam no cesto nenhuns marmelos…lá terei de ir ao mercado comprar alguns só para fazer o gosto ao Outono. Afinal Outono que se preze começa assim…com taças de marmelada espalhada pela casa. Obrigada pela partilha e por essas fotografias que são verdadeiras obras de arte… Parabéns!!

    Gostar

  4. É simplesmente incrível a cor da tua marmelada! Eu adoro comê-la com queijo… que perdição.
    E as pêras assadas também me parecem divinais… já conhecia esta combinação mas com maçãs 🙂

    Gostar

  5. Que inveja dessa marmelada, pelo aspeto delicioso, pela cor riquíssima e pelo aroma que se espalhou pela casa. Infelizmente os meus marmelos não chegam a esperar nem a dar em marmelada, desaparecem assim que chegam a casa.
    As fotografias estão um espanto, maravilhosas, lindas, … Lembram uma natureza morta que invejaria Cézanne (mesmo com marmelos no lugar das maçãs).

    Bjnhos e uma semana inspiradora.

    (http://saborescomtempo.blogspot.pt)

    Gostar

  6. Olá! Bom dia!

    Vi o seu blogue na Salsa Verde e resolvi fazer-lhe uma visita.
    Gostei muito do seu blogue e das suas sugestões.
    Já sou seguidora.
    Deixo desde já o convite para visitar o meu recanto de Receitas de Sedução.
    Gostei tanto do seu blogue que o coloquei no meu como sendo um dos meus preferidos. Espero que goste.

    A sua marmelada ficou fantástica e as suas fotos têm muita qualidade. Perfeitas!

    Beijinhos.

    Aurea sá
    (www.receitasseducao.blogspot.com)
    Receitas de Sedução

    Gostar

  7. Olá Mónica!
    Eu não faço marmelada mas também a associo aos rituais de Outono, porque ainda hoje a minha mãe faz panelas e panelas de marmelada para oferecer. Gosto dela a sair da panela para as 'malgas', ainda um pouco líquida, a barrar uma bolacha de água e sal…
    Um beijinho
    Teresa

    Gostar

  8. Esta é a marmelada mais bonita que já vi. Um verdadeiro hino ao Outono! Cada post teu parece saído de um livro, um livro único, lindo e inspirador que eu um dia hei-de ver publicado.

    Um beijo 🙂
    Mia

    Gostar

  9. Antes de viver em Portugal, não gostei marmelada. “Kotonjata” como se chama na Croacia tem mais o menos mesma receita, mas não sei…ha alguma coisa diferente no sabor portugues…talvez o segredo está no sabor do queijo que acompanha uma marmelada deliciosa

    Gostar

  10. Deciding to buy online can result in a huge cost savings while providing you the best options for your
    hair care needs today. s Therapy Treatment line, which is a lightweight
    replenishing treatment that protects and maintains hair condition.

    When one thinks of fungus, they don't generally associate it with the head or scalp, but the itching, burning scalp, rash or pimples on the scalp could very well be caused by a fungus, requiring antifungal shampoo to provide well needed relief to the symptoms.

    Also visit my web page – hair products

    Gostar

  11. This will give you an idea on the reputation of
    the company. “This earth is a symbol of his journey through life even after his physical death. It ends when God kills thousands of His Chosen People with a plague (love those germs) and an earthquake (shake, rattle and roll) as punishment for rumblings in the ranks. Simply put on heavy eyeliner on your eyes and make sure that they extend beyond the edge of your eyes and let the line go upward. Both clutched and being clutched, she was driven to the safety of her home by the motorcyclists.

    Also visit my page egyptian newspapers

    Gostar

  12. It is widespread thing to encounter some sorts of illnesses within our
    life, but the factor is it really is uncommon to
    meet the proper treatment as soon as. Crowe, The Tony Rice Unit,
    Chesapeake and Aldridge, and Bennett & Gaudreau) on mandolin and mandola, Tony Williamson (mandolin), Chris Brashear (fiddle),
    and Tom Corbett (mandolin). Company Name: Fayette Chiropractic Center
    Address: 126 New Hope Road, Fayetteville, Georgia 30214 Contact Telephone Number: (770) 461-2225 Fax Telephone Number: (770) 461-0186 Email: info@fayettechiropractic.
    The fourth chair of the Fine Group is a rotating chair filled by Jimmy Gaudreau (veteran of The Country Gentlemen, J.

    Finally, I think anyone would be inspired by Lynda's story.

    Here is my homepage: kintyre

    Gostar

  13. Many people argue that eating too many plants grown with commercial
    fertilizers or pesticides can cause health problems.
    When you're preparing your planting area, just mix the soil with about three inches of organic compost. Subtle gardening themes act upon the subconscious, and merely give the observer a pleasant feeling.

    Feel free to surf to my site … misappropriate

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s