Costeletas de porco com pasta de pimentão doce, alho, sumagre e oregãos | Pork chops with oregano, sumac, garlic and paprika paste



Outubro já vai quase a meio. Os dias já se notam mais pequenos e eu que já entrei há muito em modo de Outono, não me deixo intimidar pelo sol forte que brilha lá fora. Quando escrevo isto, não quero que me interpretem mal. Eu também sou rapariga para gostar de céus azuis, sóis incandescentes e demais parafernália do Verão, sou, é verdade. Mas agora, neste quase meio de Outubro, o calor que procuro é o dos pratos robustos. Quero prolongar as noites à mesa com a doçura macia das castanhas assadas, e goles generosos de vinho tinto. Quero os cozidos ricos em enchidos e as cabidelas deliciosas a dançarem no prato. Quero sopas bem quentes e arrozes fumegantes. E quero voltar a encher a cozinha com o cheiro perfeito, quente e doce de uma sericaia a tufar no forno. Mas por agora estas costeletas são o prelúdio perfeito de tudo o que é bom e que está para vir. Deliciosas, suculentas e aromáticas, a companhia perfeita para um puré de batata aveludado, pronto a absorver o molho rico que delas escorre.
E agora vamos até à aldeia de Vale Torto.
Tal como vos disse através do Facebook, em finais de Setembro  fui até Vale Torto, aldeia que eu não conhecia e onde eu e o joão almoçamos e passamos a tarde com uma leitora do blog.  Foi muito agradável e enriquecedor. Conversamos e passeamos pela aldeia e pela propriedade onde fomos recebidos. Comemos uvas e figos da casa, alguns diretamente da árvore e da videira e vi pela primeira vez figos a secarem ao sol. E entre outras coisas, claro, tirei fotos, muitas fotos, algumas das quais vos mostro aqui.
Mais uma vez obrigada A. pelo convite e generosidade :))
In English
October is now almost by it´s half. The days are shorter and I, that have entered in Autumn mode for quite some time now, don´t let myself be intimidated by the strong sun shinning outside. Don´t get me wrong. I´m also a blue skies, glowing suns and other Summer paraphernalia kind of girl. I am, it´s true. But now, in this almost mid October, the warmth that I aim is the one of robust dishes. I want to prolong the evenings at the table with the soft swetness of roasted chestnuts and generous sips of red wine. I want the boiled rich in cured meats and delicious cabidelas dancing in the plate. I want hot soups and steaming rices. And I want to re-fill the kitchen with the perfect smell of a hot and sweet sericaia tuffing in the oven. But for now these pork chops are the perfect prelude of what is good and that is yet to come. Delicious, juicy and aromatic, the perfect match for a velvety potato purée, ready to soak up the rich sauce that oozes from them.
And now off we go to the village of Vale Torto.
As I told you via Facebook, late in September I went to Vale Torto, a village I didn´t know and where I and João had lunch and spent the afternoon with a reader of the blog. It was very pleasant and enriching. We talked and strolled through the village and the property that received us. We ate grapes and figs right out of the tree and vine and I saw for the first time figs drying in the sun. And among other things, I took photos, lots of photos, some of which I show you here.
I thank you once more A. for the invitation and generosity :))



 

 

 

 

 

 





Costeletas de porco com pasta de pimentão doce, alhos, sumagre e oregãos
 


Ingredientes:
6 costeletas de porco grandes e espessas
Para a pasta:
2 dl de azeite
7 dentes de alho picados
1 colher de sopa de oregãos secos
1 colher de sopa de pimentão doce
1 colher de chá de pimenta rosa
1 colher de chá de sumagre
1 colher de sopa de sal grosso
Para o puré:
Batatas descascadas e cortadas ao meio
Leite a gosto
Manteiga a gosto
Sal a gosto
Noz moscada a gosto
Um pouco de azeite para fritar
Pedaços de limão

Preparação:
*Junte todos os ingredientes para a pasta num liquidificador e triture até ficar com uma mistura homogênea.
*Tempere as costeletas com a pasta, dentro de uma taça. Aqui o melhor é usar as mãos para espalhar bem a pasta pela carne. Deixe assim pelo menos por 1 hora mas o ideal é ficar de um dia para o outro.
*Coza as batatas em água temperada com sal até estarem muito bem cozidas e macias. Escorra a água.
*Desfaça as batatas com um passe vite e coloque o puré de novo no tacho. Leve ao lume e junte leite e manteiga a gosto, aos poucos e vá mexendo até que o puré absorva ambos e fique com uma consistência ao seu gosto. Tire do lume e tempere com noz moscada.
*Aqueça bem uma sertã com um pouco de azeite. Pode usar o azeite que se depositou no fundo da taça com as costeletas mas passe-o primeiro por um coador para descartar o alho e evitar que ele se queime durante a fritura e amargue as costeletas. Frite as costeletas, cerca de 5 a 6 minutos de cada lado. O tempo de fritura depende da grossura das costeletas e quanto mais grossas forem mais moderado deve ser o lume.
*Sirva cada costeleta com gomos de limão e uma porção de puré, e regue o mesmo com um pouco do molho da fritura.

Pork chops with oregano, sumac, garlic and paprika paste
 

Ingredients:
6 large, thick pork chops
For the paste:
2 dl olive oil
7 garlic cloves, chopped
1 tbsp dried oregano
1 tbsp paprika
1 tbsp pink pepper
1 tsp sumac
1 tbsp coarse salt
For the mashed potatoes:
Potatoes, peeled and halved
Milk to taste
Butter to taste
Sal to taste
Ground nutmeg to taste
Olive oil to fry
Lemon slices

Preparation:
*Put all the ingredients for the paste inside a blender and blitz until smooth.
*Season the pork chops with the paste, is better to do this with your bare hands, so all the meat stays well coated with the aromatic paste. Leave for at leat 1 hour, over night is ever better.
*Boil the potatoes in plenty of salty water, until soft and really tender. Drain.
*Mash the potatoes, put the mash inside the pan and take to the heat. Stir in some milk and a bit of butter, do this bit by bit until you have a soft and velvety purée.
*Heat a bit of olive oil in a frying pan. You can use the olive oil that settled in the bottom of the bowl with the pork chops but you have to pass it through a sifter to dicard the garlic, otherwise it will burn and ruin the pork chops.
*Fry the pork chops, in medium heat, 5 to 6 minutes per side. The exact frying time depends on the size and thickness of the pork chops. If they are really big and thick, fry them in a medium/low heat, giving them time to cook through before they turn golden brown on the outside.
*Serve each pork chop with slices of lemon, a portion of mashed potatoes and a drizzle of the frying oil.

 

8 thoughts on “Costeletas de porco com pasta de pimentão doce, alho, sumagre e oregãos | Pork chops with oregano, sumac, garlic and paprika paste

  1. Confesso que não sou muito fã de costoletas. Aliás, acho que nunca cozinhei sequer. Já não era algo que se comesse em casa dos meus pais, portanto não tenho esse hábito. Mas o puré, esse sim, não dispenso 🙂

    A aldeia parece ser super gira, que belo passeio e que generoso convite!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s