Gaspacho, o chamamento do Verão! # Gaspacho, Summer calling!

 

Desde a passada Sexta feira já fiz gaspacho 3 vezes! Tendo em conta que estamos em finais de Julho e o Verão está aí para ficar, isto só pode querer dizer que estou a precisar de regressar ao sul.
Sinto falta do cheiro das Estevas, dos dias passados na praia e das noites com cheiro a caracóis com  oregãos e peixe grelhado. Mas mais do que isso, sinto a falta da frescura do gaspacho a meio de um dia de calor tórrido. A comida é uma forma rápida e eficaz de viajar. Eu podia rever vezes sem conta as fotos de outras férias em Odeceixe, coisa que aliás faço frequentemente mas desta vez são os sabores que me têm levado até lá.
Os tomates continuam a chegar cá a casa e cada vez são mais e maiores. A última remessa trazia 3 pepinos e 2 pimentos verdes, perdidos no meio de tanto vermelho e daí saíram 3 gaspachos, em dias diferentes claro. E são uma delícia de fazer! Cortar os vegetais frescos, sentir os cheiros de cada um nas pontas dos dedos. Não há melhor aperitivo do que os aromas. São a antecipação do que de bom está para vir. A receita é do livro “Cozinha tradicional portuguesa” que eu adaptei um pouco e é  uma das muitas que existem pelo Alentejo e Algarve fora. A única coisa que não lhe juntei foi o pão. Eu quero sobretudo a textura crua dos vegetais frescos e por isso prefiro o pão à parte mas isto é apenas um detalhe… E enquanto faço compasso de espera até às férias que estão para acontecer, sempre vou fazendo gaspachos para acalmar a sede de Verão.

In english

Since last Friday, I’ve already made gaspacho three times! Given that we are in late July, and summer is here to stay, this can only mean that I need to return to the south…I miss the smell of estevas and to spend leisurely days at the beach, and snails cooked with oregano and grilled fish scented nights. But more than that, I miss the freshness of gaspacho in the middle of a scorching hot day. Food is a fast and efficient way to travel. I could go over and over the photos of other vacations at Odeceixe, in fact that is something I often do, but this time, it was the southern flavours what took me back there.Tomatoes continue to come into this house and they are becoming more and bigger. The last “shipment” had three cucumbers and two green peppers, lost in the middle of all that redness and from all that bounty, 3 gaspachos were made, on different days of course. They are a delight to make! Cutting the vegetables, felling the smell of each one on my  fingertips. There is no better apéritif than the aromas. They are a good anticipation of the deliciouness about  to come…This recipe is the version of  the book “Cozinha tradicional portuguesa”, that i slightly adapted and one of the many that exists across Alentejo and Algarve. The only thing that i didn´t add it was the bread. I love bread, don´t get me wrong! In fact i can´t live without bread at my table, but in a gaspacho i want especially the texture of raw vegetables,so I rather eat bread separately, but this is just a detail … And while I’m waiting for the upcoming holidays, I will hapilly continue making gaspacho to calm my thirst for summer.








Gaspacho



Ingredientes:900 g. de tomates maduros + 2 para guarnecer3 dentes de alho1/2 pepino cortado em cubos1 pimento verde cortado em cubos1 colher de sopa (rasa) de sal grosso3 colheres de sopa de bom azeiteVinagre de vinho branco a gostoOregãos secos a gosto1 lt. de água fria

Preparação:
* Tire as peles e as sementes aos tomates. Pode mergulhá-los em água a ferver por 2 a 3 minutos para que a pele saia mais facilmente. Faça-os em puré.
*Tire as sementes aos 2 tomates extra e corte-os em cubos
*Num almofariz esmage os alhos com o sal e ponha-os no fundo da terrina onde vai fazer o gaspacho.
 *Cubra com o puré de tomate e oregãos, junte o azeite, vinagre a gosto, os cubos de pepino, tomate e pimento.
*Por fim cubra com água fria e mexa.
*Sirva bem frio.
*Tradicionalmente o gaspacho é servido cubos de pão, presunto e paio mas noutras zonas serve-se com azeitonas ou peixinhos da ribeira fritos. Existem muitas variações e cada casa tem a sua receita. 
 
 
 
 
Gaspacho
 


Ingredients:
900 g. ripe tomatoes plus 2 more to garnish
3 garlic cloves
1/2 cucumber, diced
1 green pepper diced
1 tbs salt
3 tbs extra virgin olive oil
White wine vinegar, to taste ( 1 or two tbs )
Dried oregano, to taste
1 lt. cold water
 
 
preparation:
* Peel and dessed the tomatoes. You can dip them in boiling water for 2 to 3 minutes to remove the skin more easily. Make them into a puree.
* Remove the seeds from the extra 2 tomatoes and cut them into cubes
* In a mortar mash the garlic with the salt and put the paste in the bottom of the bowl where you are going to make the gaspacho.
* Cover with the tomato puree and oregano, add the olive oil, vinegar to taste, cubes of cucumber, tomatoes and peppers.
* Finally cover with cold water and stir.

*Serve chilled.
* Traditionally gaspacho is served with stale bread cubes, presunto and 
paio, but in other southern portuguese areas, the garnishes are crushed green olives or fried fish from the streams. There are many variations and each home has it´s own unique recipe.

 

7 thoughts on “Gaspacho, o chamamento do Verão! # Gaspacho, Summer calling!

  1. Um dos meus pratos favoritos, mas costumo fazê-lo à moda da beira baixa,com poejos e mais uns segredos. E é acompanhado por vários petiscos: queijo, tempura de beringela, joaquinzinhos ou petingas, batatas fritas muito finas, bacon, queijo, azeitonas, e… essencial – figos. É um prato para se comer com amigos, numa bela tarde de Verão.

    Gostar

  2. Querida Mónica… uma sugestão bem fresca para estes dias de verão que eu espero que estejam ainda para chegar…
    Por acaso estes dias experimentei na minha cozinha de 12 rodas uma salada gaspacho… diferente e saborosa…
    Agora tenho que experimentar esta tua sugestão…
    Obrigado por partilhares e que as férias cheguem depressa…
    Beijinhos nossos…

    Gostar

  3. Anónimo,

    O seu comentário deixou-me ainda com mais vontade de voltar ao Sul! Tantas coisas boas para petiscar!
    Concordo plenamente consigo, um gaspacho na companhia de bons amigos sabe sempre melhor!

    Abraço

    João,

    Obrigada pela visita, é sempre bom receber-te aqui!

    Abraço

    Família Antunes,

    E que tal vão as vossas aventuras sobre 12 rodas, como tu dizes? As vossas patuscadas são sempre bem animadas!
    Obrigada pela visita e beijinhos para todos!

    Gostar

  4. Adorei as fotos. Tenho raizes alentejanas e este é um prato da minha infância, por acaso este ano ainda não me tinha lembrado dele, porque por Lisboa tem estado sempre fresco. O meu pai fazia uma variação, cubos de batata cozida.
    Um beijo

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s