Tarte norueguesa de maça

Como já sabem, no passado fim de semana dediquei algum do meu tempo a apanhar maças. Algumas ficaram para nós e outras foram dadas ao meu irmão e à minha cunhada que em troca me deram uma bolina, tomates e feijões.

O que acontece é que como vivem numa casa com um bom terreno, aos poucos têm vindo a ganhar gosto pelas coisas da terra e não se têm saído nada mal!
A mais entusiasta dos dois é a minha cunhada que até há bem pouco tempo não percebia nada de sementeiras e plantações mas com interesse e troca de informação, lá se tem desenrascado e muito bem até! Têm tido também a ajuda de um vizinho agricultor que faz vários terrenos nas redondezas e que é um verdadeiro entendido.
Mas voltando às maças; este ano elas não param de entrar pela casa dentro e ainda bem que assim é, mas por outro lado é preciso aproveitá-las da melhor maneira possível. As mais doces ficam para comer ao natural e as mais ácidas são aproveitadas para fazer marmelada de maça, que já fiz, e para fazer doces e tartes. Algumas ponho ainda na beira da janela da cozinha para que o perfume doce se sinta ao passar.
Desta vez escolhi uma tarte de maça um pouco diferente. Quase parece um pudim de maça mas mais espesso. Eu reduzi a quantidade da farinha e juntei mais um ovo para que o resultado fosse uma tarte cremosa, macia e húmida e fiquei bastante contente com as alterações. Espero que gostem!

 
*Receita ligeiramente adaptada da Fran Warde

Ingredientes:

250 gr. de açúcar
100 gr. de manteiga
150 ml. de leite
3 ovos
125 gr. de farinha
4 maças descascadas e cortadas em gomos grossos ( reserve-as mergulhadas em água com sumo de limão para não oxidarem)
1/2 colher de chá de noz moscada moída na hora.

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.

Bata 200 gr do total do açúcar com os ovos até obter um creme fofo.

Leve o leite ao lume com a manteiga até esta derreter.
Junte a mistura de leite e manteiga ainda quente ao creme de ovo e ligue bem.
Junte a farinha peneirada e mexa com uma vara de arames para não ficar com grumos.
Numa tarteira espalhe os pedaços de maça e cubra-os depois com o creme doce.
Polvilhe a tarte com os restantes 50 gr. de açúcar e com a noz moscada.
Leve ao forno a cozer – na prateleira do meio – por 25 minutos.
Sirva quente ou fria.

Advertisements