Papos de anjo

Estava à espera que ela chegasse. Aquela altura do ano em que as luzinhas se acendem e começam a piscar. E os pais natais, as renas e os pinheiros enfeitados, invadem a superfície da terra.
Todos os anos a mesma coisa. Não ligo nenhuma às primeiras evidências de que o Natal está a caminho mas ele vai-se entranhando e entranhando, até que não me resta  fazer mais nada senão entrar no espírito da coisa e assumir de uma vez por todas a festividade da época.
Venham as músicas kitsch de Natal. Venham o pinheiro, os enfeites  e o pisca-pisca. E venham os papos de anjo.

Diz-se que por engomarem os hábitos com claras de ovo, as freiras tiveram que usar todo o seu engenho e génio criativo para darem bom uso às grandes quantidades de gemas que daí resultavam. E assim nasceu grande parte da doçaria conventual portuguesa. Doces ricos e delicados que a mim me fazem sempre pensar no Natal.
Eu não consigo pensar num doce conventual que seja mais fácil (e mais rápido) de fazer do que os papos de anjo, ao contrário de outros que exigem um pouco mais de quem os faz. E no entanto, isso não os torna menos especiais. São uma verdadeira iguaria que qualquer pessoa consegue recriar em casa sem dificuldade.
Como já os fiz várias vezes, cheguei à conclusão de que não precisam de ser furados com uma  agulha de crochet para que absorvam melhor o xarope. O facto deste estar quente é o suficiente.
Simples mas sem deixarem de ser sofisticados, os papos de anjo reencarnam na perfeição o espírito doce e guloso desta festa que aquece e ilumina o Inverno.

Receita publicada no The Rambling Epicure

In english


I was waiting for it to arrive. That time of year when the lights turn on and start blinking. And santas, reindeer and Christmas trees invade the earth.
Every year the same old thing. I don´t aknowledge the evidence that Christmas is arriving, but some how it grows deeper and deeper in my heart and mind, until there´s nothing left for me to do, but get into the spirit of it and assume once and for all the festivity of the season. That´s when it all starts for me. The kitsch Christmas songs. The Christmas tree, the decorations and the flashing lights and the sweet papos de anjo.

It is said that because they starched the habits with egg whites, the nuns had to use all their creative genius, to give good use to all the egg yolks that resulted from that. And so was born the majority of the portuguese convent sweets. Rich and delicate, these sweets always make me think of Christmas.
I can not think of a easier (and faster) convent sweet to make than papos de anjo, unlike others that demand a little bit more of the cook. Yet, this does not make them any less special. They are truly a delicacy, that anyone can recreate at home without difficulty.
As i made them several times, i came to the conclusion that they don´t need to be pierced with a crochet needle to absorb better the aromatic sugary liquid. The fact that the syrup is hot is enough.
Simple and yet sofisticated, papos de anjo reincarnate perfectly the sweet and greedy spirit of the feast that warms up and illuminates the Winter.

Featured in The Rambling Epicure

 
 
Papos de anjo

Ingredientes:
6 gemas
1 clara

Xarope:
300 g açúcar
3 dl água
1 pau de canela
1 casca de laranja

Preparação:
*Unte 8 a 10 formas de queques ( dependendo do tamanho das formas).
*Pré.aqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.
*Bata as gemas até ficarem fofas, cerca de 3 minutos.
*Bata a clara de ovo até formar picos suaves e envolva-a nas gemas cuidadosamente.
*Encha as formas quase até cima com o creme de ovo e leve ao forno por 10 minutos.
*Prepare o xarope, juntando todos os ingredientes numa caçarola. Leve ao lume e assim que borbulhar, deixe ferver por 5 minutos exatos.
*Desenforme os Papos de Anjo (mornos) e verta o xarope ainda quente por cima, de forma a que fiquem bem cobertos pelo líquido aromático.
*Sirva à temperatura ambiente.

 
In english



Ingredients:
6 egg yolks
1 egg white

For the syrup:
300 g caster sugar
3 dl water
1 cinnamon stick
1 orange peel

Preparation:
*Butter 8 to 10 muffin tins (depends on the size of the tins).
*Preheat the oven to 180º, gas mark 4.
*Beat the egg yolks until fluffy and thick (3 to 5 minutes).
*Beat the egg white until it forms firm peaks and fold it gently into the yolk mixture.
*Fill the tins almost to the top with this smooth, velvety batter, then bake for 10 minutes.
*When they´re browned, remove the small egg cakes from the tins while they´re still warm.
*In a saucepan add sugar, water, orange peel and cinnamon stick.
*Bring to the boil and let it bubble away for exactly 5 minutes.
*Remove from the heat and pour the hot and aromatic syrup over the papos de anjo.

13 thoughts on “Papos de anjo

  1. Já levo a receita. Nunca fiz porque pensava que era muito mais trabalhoso!
    Adorei as tuas colherinhas de chá antigas. Herdei uma parecida com a do meio, da casa da minha sogra lá na aldeia. Bjs. Bombom

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s