Tagliatelle com molho de anchovas, alho, malagueta e funcho

Oito e meia da manhã!
Não me lembro de conseguir “refugiar-me” tão cedo em frente ao computador!
A casa está silenciosa, o João há muito que saiu para o emprego e os miúdos continuam a dormir.
Eu até estranho esta paz tão rara mas uma coisa tenho como certa, ela não vai durar muito tempo…O melhor é começarmos.
Voltando ao passeio ao Buçaco, como vocês já sabem eu gosto muito de fazer caminhadas na serra ou no campo e se por um acaso me conhecessem e partilhassem algumas dessas caminhadas comigo íam reparar que a cada passo que dou, vou falando nesta e naquela erva, seja aromática ou medicinal. É mais forte do que eu.
O João costuma dizer que eu tenho visão raio x para as ervas, descubro-as mesmo emaranhadas no meio de ervas daninhas mas nem essas me escapam, pois muitas delas, são comestíveis e medicinais.
Assim do passeio ao Buçaco, além da flor de sabugueiro, trouxe camomila e funcho  mas não os apanhei na mata onde è proíbido apanhar seja o que for, como è evidente e além do mais estas ervas não crescem no meio das matas, crescem isso sim nos campos e foi num campo que as apanhei.
Não se esqueçam de nunca apanhar ervas na beira dos caminhos, como sabem  não é higiénico.
Com esse funcho fiz um molho à base de anchovas, alho, azeite e malagueta seca que servi com tagliatelle.
Este molho não é de meias medidas! É forte e é para quem gosta mesmo de anchovas, alho e azeite. A malagueta dá-lhe calor e um pouco de doçura e o funcho contribui com a frescura e sabor anisados que o caracterizam.
Usei o tagliatelle por ser uma massa mais robusta, tendo em conta a força do molho mas um linguinni também não fica mal.
Como as anchovas são bastante salgadas,  eu cozi a massa com pouco sal, só para não ficar insípida.
Depois do tagliatelle bem envolvido no molho, um pouco de funcho picado, de malgueta seca e um pouco de sumo de limão espremido por cima do prato, é tudo o que falta para espetar o garfo e comer!

Ingredientes: 4 pessoas
4 filetes de anchovas
3 dentes de alho
1 malagueta seca triturada
100 ml. de azeite, 7% de acidez ou menos ( extra virgem )
1 raminho de funcho
500 gr. de tagliatelle

Preparação:
*Corte as anchovas em pedaços e os alhos também.
*Num almofariz, junte os alhos, as anchovas e a malagueta, uma colher de chá de funcho picado e amasse, juntando o azeite aos poucos.
*Se não tiver almofariz, use um processador e se não tiver nenhum dos dois, ponha os ingredientes  numa tigela e amasse-os com um objecto estreito e pesado. Na cozinha como na guerra vale tudo!
*Depois de tudo desfeito, ponha o molho num tacho, leve ao lume e cozinhe lentamente por 2 a 3 minutos, espalhando a pasta de anchova pelos lados do tacho.
*Leve uma panela cheia de água ao lume e quando começar a ferver junte a massa, coza por 8 a 10 minutos ou siga as instruções do pacote.
*Escorra a massa e envolva-a de seguida no molho quente, misturando bem.
*Sirva polvilhado com funcho picado, malagueta seca e umas gotas de sumo de limão mas não muito, o molho já è forte, acidez a mais não o beneficia.

Anúncios

12 thoughts on “Tagliatelle com molho de anchovas, alho, malagueta e funcho

  1. A foto de apresentação desta tua sugestão deliciosa fala por si só! Essa massinha deve saber divinamente e a mistura de sabores que compõem o molho deve ser uma autêntica maravilha! Beijinhos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s