Beijos de Ricotta e Espinafres

Vivemos numa época conturbada em que a carne que se vende para as massas está cheia de antibióticos e o peixe está contaminado com mercurio e quem se preocupa um pouco que seja em ter uma vida mais saudável opta por fazer refeições mais viradas para as leguminosas, os cereais e os vegetais, se bem que estes também têm os seus quês!
Cá em casa não somos vegetarianos, apesar de há alguns anos atrás, ter-mos feito uma experiência nesse sentido mas claro que para alguém como eu e o João que gostámos tanto da cozinha tradicional portuguesa, era muito difícil deixar para trás os rojões e os cozidos etc, etc, etc. Assim chegamos a um consenso e decidimos fazer algumas refeições vegetarianas de vez em quando, refeições muito simples, onde os vegetias e leguminosas têm o papel principal.
Ocasionalmente usamos arroz integral e nas sopas usamos a cevadinha, o gérmen de trigo, o millet, enfim o que estiver à mão. Aliás eu acho que já vos falei sobre isto, noutra postagem mais antiga.
Estes beijos de ricotta e espinafres fazem parte desse conjunto de receitas mais “verdes”, das quais gostamos bastante.

Beijos…

Estes bolinhos seduzem, primeiro pelo nome sugestivo que nos faz acreditar que neles se encerra algo de delicioso que vale a pena provar. Depois pelo aspecto dourado e fofo, afinal são os olhos os primeiros a comer. E finalmente pelo sabor…
Quando se provam, compreende-se a razão de ser do nome. São macios, suaves e ainda assim, satisfazem e sem dar-mos por isso, comemos um após o outro sem culpa nem remorso…

Ingredientes:
1 caixa de ricotta/ 250 gr.
200 gr de folhas de espinafres frescos ou 250 gr. de espinafres congelados
6 colheres de sopa de parmesão ralado
1 colher de café de noz moscada moída
75 gr. de farinha
1, 1/2 colher de chá de fermento em pó
2 ovos batidos
Sal e pimenta preta acabada de moer, a gosto
óleo para fritar ( os mais saudáveis são os de milho, soja  ou girassol )

Preparação:
*Se usar espinafres congelados, esprema-os o máximo que conseguir para tirar o excesso de água.
*Se usar espinafres frescos, pique as folhas e esprema-as com as mãos para as amolecer.
*Caso não queira usar o parmesão, pode perfeitamente fazê-lo sem receio de prejudicar irremediavelmente a receita, tem é que acrescentar um pouco mais de sal à mistura pois o ricotta é um queijo muito suave e nada salgado.
Eu já fiz estes bolinhos várias vezes sem o parmesão É claro que o sabor fica diferente mas são muito bons na mesma.
*Numa taça misture os espinafres, o ricotta, o parmesão ( se o usar ), a noz moscada, o sal e a pimenta.
*Depois junte-lhes a farinha, os ovos batidos e o fermento, misturando tudo muito bem.
*Prove a mistura depois de preparada, para ver se precisa ou não de mais um pouco de sal.
*Num tacho ou caçarola, ponha uma boa quantidade de óleo, leve ao lume e aqueça muito bem.
*Frite colheradas ( use uma colher de chá ) de massa, 4 a 5 de cada vez, dependendo do tamanho da caçarola.
*Baixe a chama do fogão, para que os bolinhos não queimem  rapidamente.
*Deixe alourar de um lado e vire para alourar do outro.
*Estes bolinhos lembram um pouco os sonhos, a certa altura começam a virar sózinhos mas não se picam com um garfo!
*Quando o óleo à volta deles, começar a borbulhar mais lentamente, estão prontos a tirar.
*Escorrem-se em papel absorvente e servem-se por exemplo com um arroz de vegetais ou uma salada variada.

Receita do livro “Feast” da Nigella Lawson

Advertisements