Mini-queques de abóbora com creme de ricotta e tangerina

Estou cansada…mas vir aqui faz parte do meu ritual de descompressão, por isso, tudo bem…
Este ano decidi esgotar todas as possiblidades gustativas que uma certa bolina pode oferecer. Já deu em massa, em caçarola, em folhados e agora deu em queques, mini-queques para ser mais exacta, húmidos, macios, cobertos de creme de ricotta e  tangerina, enfim, a soma de 3 dos meus sabores preferidos. E ficam lindos com os gomos cor-de-laranja (podem ler aqui como se cortam os gomos sem película) por cima do creme branco e cobertos com pedacinhos de chocolate preto…
Para descrevê-los, a palavra que me ocorre é “derretem-se”. A massa doce e húmida de abóbora, com o creme de ricotta e tangerina que mais parece uma mousse, uma parelha perfeita, detalhes de um doce que de uma só dentada se desfaz entre a língua e o céu da boca…

Ingredientes: cerca de 18 mini-queques
500 g. de abóbora (de preferência bolina), cortada em pedaços
120 g. de açúcar
2 ovos
Raspa de 1 limão
1 colher de café de pimenta da jamaica
60 g. de farinha
pitada de sal
Chocolate preto ralado e picado, para polvilhar

Creme de ricotta:
1 embalagem de ricotta (200 g.)
1 colher de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de sumo de tangerina
Gomos de tangerina para decorar

Preparação:

*Coza a abóbora num pouco de água temperada com uma pitada de sal.
*Depois de tenra, escorra-a bem, espremendo-a mas não em demasia.
*Bata o açúcar com os ovos até a mistura ficar esbranquiçada e fofa.
*Junte a polpa da abóbora cozida e a raspa do limão e misture bem.
*Por fim junte a farinha e a pimenta da jamaica peneiradas e envolva bem na massa.
*Pré-aqueça o forno a 180º, marca 4 do fogão a gás.
*Ponha formas de papel numa forma de 6 mini-queques.
*Encha formas de mini-queques de papel plissado quase até cima e leve ao forno por 15 a 20 minutos.
*Espete um palito no centro dos bolinhos, se sair seco estão prontos a tirar do forno.
*Deixe os bolinhos arrefecerem e entretanto prepare o creme de ricotta, misturando todos os ingredientes.
*Ponha em cada queque um montinho de creme e decore com fatias de tangerina, sem película. Polvilhe com chocolate ralado e partido em pedacinhos.
Anúncios

11 thoughts on “Mini-queques de abóbora com creme de ricotta e tangerina

  1. Tão bonitos os mini-queques. Tenho uma abóbora (não sei se é desse “modelo”, bolina…)enorme por abrir, mas aqui encontro imensas sugestões de utilização. E cada uma melhor que a outra. Nunca provei ricotta (shame on me), mas o desafio está lançado. A experimentar, sem dúvida.
    Beijo grande e não se esqueça de descansar um pouco. Também é preciso.
    Sandra

    Gostar

  2. Boa tarde Mónica e João, estive no Restaurante na noite de são Vatentim.
    Adorei, as vieiras. Parabéns Mónica a combinação estava perfeita.
    João, a sua simpatia e acolhimento, tornou a noite muito mais agradável.
    Foi pena não ter sido possível falar mais com vocês, dada a hora e nós ainda termos uma viagem pela frente e claro o facto de vocês estarem a trabalhar.
    Haverá um regresso com certeza.

    Beijos e Sucesso

    http://simplesmentecristina.blogspot.com

    Gostar

  3. A paixão da Isa,
    Além de serem bons, ficam também muito bonitos, é verdade!
    Beijinhos:)

    Paula,
    Obrigada e beijinhos:)

    Babette,
    É verdade Babette, foi uma noite muito boa e claro de muito trabalho mas isso faz parte, é bom sinal!

    Beijinhos para todos aí em casa:)

    Carol Pimentel,
    Obrigada Carol!
    Beijinhos:)

    SML,
    Espero que quem vai passando por aqui não se canse de tanta bolina mas para mim vale a pena aproveitar cada variante que ela oferece.È muito saborosa e muito nutritiva e saudável. Fico contente por saber que tem gostado das sugestões que tenho deixado aqui.
    Obrigada pelo comentário atencioso e beijinhos:)

    Cristina Antunes,
    Olá, foi muito bom receber o vosso feedback na passada Segunda-feira. São essas coisas que nos fazem acreditar que vale a pena todo o sacrifício que um negócio destes implica.
    Obrigada e beijinhos:)

    Moranguita,
    A cozinha de casa é sempre mais descontraída e tudo se passa a um ritmo diferente, o que por vezes me ajuda a descontrair, mas claro depende dos dias. Há dias em que não me apetece cozinhar em casa e aí deixo as coisas rolarem até a vontade vir.
    Beijinhos:)

    Gostar

  4. Amigos e cozinhados,
    Olá Cristina!
    É verdade, é como eu disse o cansaço é bom sinal.
    Espero que a tua noite de S. Valentim tenha sido proveitosa.
    Beijinhos:)

    Família Antunes,
    Olá a todos, espero que esteja tudo bem por aí e ainda bem que têm gostado das receitas que vou deixando aqui.

    Beijinhos:)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s