Caçarola de coxas de frango com grão, cogumelos e coentros # Chicken drumsticks, chickpeas, mushrooms and coriander casserole

 

casserole0

Ando há imenso tempo com desejos de arroz de pato, caseiro, untuoso, bem recheado com enchidos mas por favor, nada de queijo derretido por cima! Sem querer tropeçar no óbvio, só vos digo que ainda não foi desta. Fazer um arroz de pato é como um investimento a longo prazo, é preciso tempo e paciência para finalmente saborear aquela primeira garfada e de seguida abrir as hostilidades com o prato bem cheio, ali mesmo à frente, a desafiar-nos. Primeiro foram os três últimos meses do ano passado, com muito trabalho a acontecer entre a cozinha e o estúdio. No mesmo pacote as reuniões com novos clientes, deslocações de última hora, responsabilidades acrescidas. E pelo meio, ainda me despejam em cima e sem grande cerimónia o Natal. E assim esta minha vontade nada mais pôde fazer, senão arrastar-se amuada e contrafeita até ao início do novo ano.

Mas sabem o que dizem: A vida continua! E as refeições em família não ficam à espera que os planetas se alinhem para uma conjuntura mais auspiciosa, assim do tipo que prevê arroz de pato num futuro imediato. Portanto, por agora desforro-me nos estufados encorpados e avantajados, mas acima de tudo fáceis, que alimentam a prole, me deixam tempo para respirar e também para me recriminar por ainda não ter tido coragem para contratar uma assistente. Tal qual como este, delícia de grão, de molho espesso e aromático de tomate, com coentros, cogumelos e coxas de galinha.
E sabem que mais?… Este soube-me a pato!

Mais abaixo estão parte das imagens que criei durante o ano passado para a Over and Back e a seguir uma amostra das fotos que tirei para a brochura da linha Isola das Porcelanas Costa verde com design do Studio Levien em Londres. Parte do meu trabalho de 2014 já está no site e entretanto haverá mais para mostrar.

Até lá fiquem bem 🙂

In English
I´m having cravings for duck rice for so long, the homemade type, unctuous, well stuffed with smoked sausages, but please, without melted cheese on top! Without wanting to stumble on the obvious, all I can tell you is that I´m still waiting for it to happen. To cook a proper duck rice is like a long- term investment, it takes time and patience to finally enjoy that first forkfull and then open the hostilities with that full plate, right there, challenging you. First were the last three months of last year, with a lot of work happening between the kitchen and the studio. In the same package the meetings with new clients, last minute travel, increased responsabilities. And in the middle of it all, Christmas pours on top of me without much cerimony. And so this will of mine had nothing else to do but to drag itself, grumpy and constrained until the beginning of the new year.

But you know what they say: Life goes on! And family meals will not wait for the planets to align for a more auspicious conjuncture, the type that foresees duck rice in the near future. So for now I will make the most of full-bodied and oversized stews, but above all easy, leaving me time to breath and to reproach myself for not having yet the courage to hire an assistent. Exactly as this one, deliciousness of chickpeas, aromatic tomato sauce, with coriander, mushrooms and chicken drumsticks.
And you know what?… It´s like how we say here in Portugal when the food tastes really great: To me it tasted just like duck!

Below are some of the photos I shot over the past year for Over and Back and also part of the set of images I shot of the Isola line of dinnerware from Porcelanas Costa Verde with design by the Studio Levien in London. Part of my last year´s work is already on the site and soon there will more to show you.

Till then be well 🙂

 

 

 

 

 

Ingredientes:

1 kg de grão cozido
1 cebola grande bem picada
2 dentes de alho bem picados
1 folha de louro
3 colheres de sopa de azeite
2 latas de tomate em cubos
3 colheres de sopa de polpa de tomate
500 ml de caldo de galinha
4 coxas de frango grandes ( a parte inferior)
150 g de cogumelos marrom cortados ao meio
2 colheres de sopa de coentros em pó
Sal a gosto
Pimenta preta acabada de moer a gosto

Preparação:
*Refogue a cebola no azeite quente, quando começar a ganhar cor junte o alho e a folha de louro.
*Junte o tomate em cubos, os coentros em pó, a polpa de tomate e o caldo e assim que ferver junte as coxas de frango. Tempere com sal e pimenta preta.
*Deixe ferver em lume médio, passados 20 minutos junte o grão já cozido e 5 minutos depois os cogumelos e deixe continuar a cozinhar mais 5 minutos, por essa altura já o frango estará cozido e o estufado apurado.
*Sirva polvilhado com coentros.

 

025f8-cs
Ingredients:
1 kg of cooked chickpeas
1 big onion, chopped
2 cloves of garlic, minced
1 bay leaf
3 tbsp olive oil
2 cans of diced tomatoes
3 tbs of tomato passata
500 ml chicken stock
4 big chicken drumsticks
100 g of cremini mushrooms, halved
2 tbsp of ground coriander seeds
Salt to taste
Freshly ground black pepper to taste

Preparation:
*Fry the onion in the hot olive oil, as soon as it starts to gain color stir in the garlic and bay leaf.
*Add the diced tomatoes, the tomato passata, coriander and the stock and as soon as it comes to a boil add the chicken. Season with salt and black pepper to taste
*Cook in medium heat with the lid half on, 20 minutes later stir in the chickpeas and 5 minutes later the halved mushrooms and cook for another 5 minutes, by that time the chicken will be already cooked through and the stew will be deliciously tasty.
*Serve with some fresh coriander.
*It´s even better the day after.

 

Advertisements

One thought on “Caçarola de coxas de frango com grão, cogumelos e coentros # Chicken drumsticks, chickpeas, mushrooms and coriander casserole

  1. Realmente, que cena é essa do queijo derretido no arroz de pato?? Não entendo!! Mas eu prefiro o meu patinho de outras formas, na verdade, assim numa empada gigante maravilhosa, ou um magret au point acompanhado de espargos, mas acima de tudo, pernas de pato assadinhas no forno com laranjas, aiaiiiii, agora fiquei mesmo com desejos. Guisados de grão são daquelas coisas que no Inverno sabem tão bem, eu só não consigo é juntar carne – manias, o meu marido ralha comigo por eu não comer grão com carne e exigir que ele e o miúdo façam o mesmo ahahahah!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s