Banana ice-cream with chocolate shaves # Gelado de banana com raspas de chocolate

Eu sou aquilo a que se pode chamar  de uma cozinheira inconvencional. E confesso que até me diverte o ar quase chocado de algumas pessoas quando lhes digo que não uso sequer microondas. Até tenho um! Giro, modernaço, em aço inox. Todo ele funções, botões e aparato. Oferecido claro e que fica mesmo bem em cima da máquina de lavar louça, que só para que conste não é embutida. Não tem serventia nenhuma mas está ali, quanto mais não seja por consideração a quem mo ofereceu. E só para que sirva de esclarecimento, eu vivo numa pequena moradia, antiga e com detalhes rústicos tal como eu gosto, por isso embutidos aqui só mesmo o forno e algumas aranhas que teimam em enfiar-se nas brechas do soalho antigo, nada mais.

Nesta era das novas tecnologias, em que o mundo se movimenta a uma velocidade vertiginosa, eu, por casmurrice ou talvez por defeito (ou qualidade? Não sei bem.) de personalidade, tenho cozinhado dia após dia, ano após ano sem recorrer a maquinaria “pesada”.  Sempre em cozinhas pequenas (é o meu karma!) e valha-me ao menos isso, com a admiração de quem me conhece bem e testemunha tudo o que tenho feito, com todas as limitações impostas ou escolhidas, que me rodeiam. Mas isso nunca me deteve. Há alguns anos atrás, alguém que me é querido e que já cá não está, dizia-me que eu tinha porque tinha que dar rédea solta à minha criatividade em todas as suas vertentes, incluindo a gastronómica. Respondi que a minha cozinha era muito pequena para grandes empreitadas. E a resposta foi pronta –  “Se é pequena fá-la grande”… Este “fá-la grande”, tinha um significado mais profundo do que à primeira vista pode parecer… Não se referia a deitar paredes abaixo para aumentar um qualquer espaço físico. O que esta pessoa me estava a dizer era, “O ser pequeno não interessa, o importante é o que fazes com o que tens e o que tu fazes não tem tamanho”. Com isto aprendi também que algumas pessoas raras, sabem bem como escancarar as portas  e entrar sem pedir licença naquele lugar abstrato e invisível a olho nu, a que se dá o nome de coração.

Mas de volta à maquinaria “pesada”, tenho andado a ser perseguida pela ideia de, possivelmente, me converter às maravilhas que uma máquina de gelados tem para oferecer. Certas coisas são como a coca-cola. Primeiro estranham-se mas por uma série de circunstâncias imprevisíveis, lá acabam por se  entranhar. E depois lá começa o desfile imaginário de vantagens que uma máquina dessas me poderá trazer. E já não interessa nada o facto de não ter espaço para a guardar e de eventualmente voltar ao velho hábito de fazer gelados de forma “artesanal” e a infeliz da máquina acabar os seus dias a acumular pó na garagem e a embutir-se com aranhas.
Afinal de contas esta vida são dois dias, quem sabe se com uma máquina de fazer gelados a coisa não de prolonga e até de forma mais doce? Por isso há que aproveitar, e o que será, será!

In english
I am, what one may call, an unconventional cook. And I must confess I enjoy seeing the almost shocked expression on peoples faces when I tell them that I don´t even use a microwave. I have one. Cute, modern, stainless steel. All it functions, buttons and apparatus. A gift, off course and it looks really nice on top of the dishwasher, that just for the record is not embedded. It has no use whatsoever, but there it is, out of consideration for whom has offered it to me. And just to serve as an explanation, I live in a small, old house, with rustic details, just as I like it, not in a apartment, so embedded here, I only have the oven and some spiders that insist on sticking up in the cracks of the old wooden floor, nothing else.

In this era of new tecnologies, in a world that moves at breakneck speed, I, out of stubbornness, or perhaps personality default (or quality? I don´t know.) have been cooking day after day, year after year without the help of heavy kitchen machinery.  And always in small kitchens (it´s my karma!). At least I have the admiration of those who know me well and witness all that I have donne and still do with all the limitations, imposed or chosen, surrounding me. But that never stopped me. A few years ago, someone who is dear to me and is no longer here, told me  that I really, really should unleash all of my creativity  in all of it´s strands, including the gastronomic one. I replied that my kitchen was to small for big events. The answer was ” If it is small, make it bigger”. This “make it bigger” had a deeper meaning than it seemed at first glance. It did not meant to throw walls down to make more room. What this person was telling me was “Being small doesn´t matter, what matters is what you do with what you have, and what you do is immeasurable”. With this, I also learned that some rare people have the ability to wide open the doors and enter without even asking for permission, inside of that abstract and invisible to the naked eye place that we call heart.

But back to the “heavy” machinery. I latelly have  been pursued by the idea, of possibly convert myself to the wonders that an ice-cream machine has to offer. There are certain things that you don´t even consider, but some how they begin to grow on you and all of a sudden, all you see is the endless imaginary parade of advantages in front of your eyes.  And the fact that I don´t even know where to keep it, doesn´t even matter anymore. And that probably, a few months after I buy it, I return to my old ways, and it ends up collecting dust in the garage. But in Portugal we have a way of saying that life is short , that is: “Esta vida são dois dias”, meaning:  “this life is two days”. So, who knows,  maybe the delights of an ice-cream machine make it longer! So all I have to do is enjoy, and what will be will be!

XOXO :))


Banana chocolate ice-cream
Banana and chocolate, two favorites of mine. And to complete the picture, in a absolutely delicious ice-cream! This one was made by hand! No ice-cream machine involved…yet :))
Ingredients:
500g peeled bananas
1 tbs lemon juice
110g caster sugar
200 ml double cream
0,5 dl water
50g black chocolate shaves (70% coccoa solids)
Chocolate shaves and chopped hazelnuts or almonds to serve.
Preparation:
*Cut the bananas into pieces and put them into a pan with the sugar and 0,5 dl water.
*Cook in a a low heat until soft and syrupy, about 7 to 10 minutes, stirring and watching.
*Blitz the bananas, scraping the sides of the blender until smooth and add the lemon juice.
*Whipp the cream until fluffy but still soft and fold in the banana purée.
*Add the chocolate shaves and mix.
*If you have an ice-cream machine, put the cream inside and follow the manufacturers instructions, if you don´t have one, put the cream inside a bowl, cover with clingfilm and put it into the freezer. 1 hour latter, mix the ice-cream to break the ice crystals on the surface.
*Freeze.
*1 hour before serving, take the ice-cream out of the freezer to soften a bit.
*Serve the ice-cream with chocolate shaves and chopped hazelnuts or almonds.
 



Gelado de banana e chocolate





Banana e chocolate, dois favoritos meus. E para completar o quadro da melhor maneira, num gelado fácil e absolutamente delicioso! E feito ainda de forma artesanal que é como quem diz sem máquina.

Ingredientes:
500g de bananas sem a casca
1 colher de sopa de sumo de limão
110g de açúcar
200 ml de nata
0,5 dl de água
50g de raspas de chocolate preto
Raspas de chocolate preto e pedaços de avelã ou amêndoa para decorar

Preparação:
*Corte as bananas em pedaços e leve-os ao lume com o açúcar e os 0,5 dl de água.
*Cozinhe em lume lento até ficarem tenras e xaroposas, cerca de 7 a 10 minutos.
*Triture num processador, raspando as paredes do mesmo até ficar tudo bem esmagado e junte o sumo de limão. Misture bem.
*Bata as natas até ficarem volumosas mas não muito firmes e envolva o puré de banana nas mesmas, até tudo ficar bem ligado.
*Junte as raspas de chocolate e misture.
*Ponha numa taça e leve ao congelador, coberto com película aderente.
*Passada 1 hora, mexa o gelado para quebrar os cristais que se possam ter formado à superfície e ponha novamente no congelador.
*Tire do congelador cerca de 1 hora antes de servir para que amoleça um pouco.
*Sirva com raspas de chocolate e pedaços de avelã ou amêndoa.

Advertisements